Sinais e sintomas: Sopro cardíaco

Sopro cardíaco é um som produzido pela passagem do fluxo de sangue através das estruturas do coração, principalmente, as válvulas cardíacas anormais.

É um achado do exame físico cardiológico.O sopro cardíaco poderá ser funcional  – chamado de sopro inocente –  ou patológico – em decorrência de uma doença no coração.

Cerca de até 40% das crianças saudáveis apresentam sopros inocentes, sem haver nenhum outro indício de doença, com um desenvolvimento físico totalmente normal ao longo do tempo.

Causas:  

Não existe uma explicação precisa para o aparecimento dos sopros funcionais ou fisiológicos. No período neonatal, por exemplo, o sistema cardiovascular passa por modificações e o recém-nascido pode ter sopros que desaparecem dentro de alguns dias. Os  sopros patológicos – indicatvos de uma doença – podem ser classificados em congênitos ou adquiridos.

– Sopros patológicos congênitos:

Estão associados as cardiopatias congênitas como a comunicação interatrial ou interventricular (CIA e CIV), persistência do canal arterial (PCA), estenose aórtica ou pulmonar congênitas, tetralogia de Fallot, entre outras.

-Sopros patológicos adquiridos:

Estão associados com sequelas nas válvulas cardíacas causadas pela moléstia reumática (febre reumática), como a estenose mitral e insuficiência aórtica reumáticas, prolapso da válvula mitral com insuficiência mitral, endocardite infecciosa (infecção das válvulas cardíacas e do revestimento interno do coração), infarto do miocárdio (complicado por uma insuficiência mitral ou comunicação interventricular), cardiomiopatias (exemplos: cardiomiopatia dilatada e hipetrófica)  ou por degenarção e calcificação das válvulas (estenose aórtica e insuficiência mitral calcificadas).

Investigação dos sopros cardíacos:

A base da investigação de um sopro cardíaco é o exame clínico (anamnese e o exame físico), associado ao ecocardiograma (transtorácico e transesofágico). Na ausculta cardíaca, alguns achados são indicativos que o sopro possa ser inocente:  leve intensidade, aparecimento na sístole cardíaca (fase de contração do coração),  uma irradiação ampla (o sopro é percebido em vários locais de ausculta do tórax) e ausência alterações das bulhas cardíacas (sons produzidos pelo abrir e fechar das válvulas cardíacas). Outro exame útil para diagnosticar alterações estruturais do coração  que possam produzir sopros, é a ressonância magnética cardíaca.

2010 / 2016 - Laboratório central | Todos os direitos reservados - SAC 37 3222-7700