Saúde do homem em todas as fases da vida

De acordo com o Dr. José Carlos de Almeida, é preciso estimular mais os homens a cuidarem da saúde, incentivando-os ao hábito de visitar o médico desde a infância até a maturidade. “O homem brasileiro deve ter no médico seu aliado e precisa entender que a falta de cuidado com a saúde irá gerar prejuízos muito grandes para ele próprio e também para sua família. Várias doenças masculinas merecem nossa atenção e prevenção em todas as fases da vida, dentre elas a fimose e varicocele (na adolescência), as doenças relacionadas ao bom desempenho sexual e os cânceres de pênis e testículos (no adulto) e as doenças da próstata e tumores em geral do trato urinário (no idoso).”

A SBU recomenda que o homem inicie sua avaliação anual da próstata aos 40 anos caso tenha relato de doença prostática namília ou aos 45 anos se não existir o histórico familiar.

Outro problema que pode atingir o homem na maturidade é o Distúrbio Androgênico do Envelhecimento Masculino (DAEM), causado pela queda excessiva dos níveis de testosterona no organismo do homem. O distúrbio atinge cerca de 9% dos homens com mais de 40 anos e 33% dos homens com mais de 60 anos, e pode estar relacionado com: diminuição da libido, disfunção erétil (DE), cansaço, perda de memória, perda de massa muscular e óssea, desânimo, insônia, irritabilidade, fogachos, obesidade, entre outros sintomas.

Dicas de saúde para o homem

Prevenir é sempre melhor e algumas doenças que acometem os homens com mais de 40 anos podem ser facilmente detectadas com a realização de exames periódicos

* Testosterona, SHBG e Albumina (necessários para o cálculo da taxa de testosterona no sangue)
* Prolactina
* FSH e LH (relacionados à saúde dos testículos)
* PSA (detecção de câncer de próstata)
* Hemograma
* Avaliação prostática (toque retal)
* Medição da pressão arterial
* Glicemia (diagnóstico do diabetes)
* Dosagem de colesterol e triglicerídeos (detecta dislipidemia)

Manter um estilo de vida saudável também colabora para melhorar a saúde e a qualidade de vida do homem, em todas as idades. Por isso, é importante:

* Ter uma alimentação balanceada e rica em alimentos fontes de fitoestrogênios (brócolis, espinafre, repolho, couve flor, feijão, soja e abóbora), licopeno (tomate, goiaba e melancia), selênio (castanha do pará) e ácidos graxos não saturados (azeite de oliva), que atuam positivamente na saúde da próstata;
* Reduzir quantidade de gordura na dieta, principalmente gordura animal;
* Manter o peso na medida certa;
* Fazer pelo menos 30 minutos de atividade física diariamente;
* Não fumar;
* Evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

Fonte

José Carlos de Almeida – Médico urologista e presidente da Sociedade Brasileira de Urologia – SBU.

2010 / 2016 - Laboratório central | Todos os direitos reservados - SAC 37 3222-7700