Sal – como substituí-lo por outros temperos?

O sal de cozinha, quimicamente conhecido como cloreto de sódio (NaCl), tem importante ação como conservante alimentar, além de dar um sabor especial às nossas refeições. Porém, sua ingestão excessiva está associada ao desenvolvimento de algumas doenças, como a hipertensão arterial.

Recentemente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) determinou uma nova diretriz ao consumo mundial de sal, recomendando uma meta para a redução de sua ingestão até 2020. No Brasil, estudos populacionais recentes indicam que o valor médio de consumo de sal por indivíduo é de aproximadamente 10 g/dia a 12 g/dia. A OMS recomenda a redução do consumo médio diário para até 5 g/dia de sal por pessoa, metade da média diária ingerida pela população brasileira.

Para alcançar este objetivo, entre as ações necessárias, a mais simples se inicia no fogão. Outros temperos podem ser utilizados em substituição ao sal no preparo de suas refeições. Visando realçar o sabor e o aroma das preparações, podem ser utilizadas especiarias, ervas aromáticas e temperos naturais, como alho, cebola, salsa, limão, cebolinha, louro, gengibre, orégano, curry, páprica, manjericão, noz-moscada, entre outros.

Veja uma lista com sugestões de temperos e dicas para utilizar que deixarão seu prato saboroso e mais saudável:

  • Manjericão: combina com alho, tomate, berinjela, pimentão e abobrinha. É o ingrediente principal do molho “pesto”, feito à base de manjericão, alho e o azeite de oliva.
  • Alecrim: podem ser usadas as folhas frescas. E serve para temperar carnes brancas e de cordeiro. Vai muito bem junto com tomate, berinjela e couve-flor, além de outros vegetais.
  • Cebolinha: combina com ovos, queijos e todos os tipos de salada.
  • Orégano: para temperar molhos, pizzas e carnes vermelhas.
  • Salsa ou salsinha: pode ser usada em carnes vermelhas ou brancas, batatas, molhos e sopas.
  • Tomilho: combina com carnes ensopadas, aves, cordeiro, legumes e batatas.
  • Louro: para aromatizar ensopados, molhos e temperos.
  • Coentro: combina com peixes, frutos do mar e sopas.
  • Açafrão: molhos, carnes, sopas, pães e bolos. Evite adicionar no início do cozimento para que não perca nem a cor nem o sabor.
  • Canela: em preparações doces e para temperar ensopados e carne de cordeiro.
  • Curry: em carnes, peixes e verduras. O curry pode ser feito com uma combinação de especiarias: gengibre, pimenta, coentro e cominho.
  • Cominho: sabor muito forte e particular, deve ser utilizado com moderação.
  • Pimenta: complemento ideal para pratos salgados.
  • Noz-moscada: peixes, pratos com molho branco, omeletes, purês, bolos, pudins, biscoitos. Para temperar, adicione o ingrediente apenas no final do cozimento.
  • Baunilha: aromatiza bolos, doces e sobremesas.
  • Gengibre: combina com peixes, molhos, doces, bolos, pães, bebidas quentes, saladas.

 

Gabriela Braga, nutricionista

2010 / 2016 - Laboratório central | Todos os direitos reservados - SAC 37 3222-7700