Pessoas com pré-diabete nada fazem para não se tornarem diabéticas

Mesmo sabendo que a diabete pode ser prevenida ou seu início retardado, os adultos na faixa de risco para o desenvolvimento da doença não fazem nada para diminuir o próprio peso ou se engajarem em rotinas de exercícios físicos. Uma pesquisa americana diz que metade desses indivíduos nem ao menos tenta fazer qualquer coisa a respeito do risco de desenvolver a condição.

 

971059 SXC Pessoas com pré diabete nada fazem para não se tornarem diabéticasPesquisadores da Universidade Emory, nos EUA, junto com o Instituto Nacional da Diabetes e Doenças dos Rins e Trato Digestivo (NIDDK, também nos EUA) buscaram dados que demonstrassem que as pessoas com quadro pré-diabete estavam ou não adotando medidas preventivas e quais fatores influenciavam seus hábitos. Os dados foram colhidos de mais de 1,4 mil adultos entre 2005 e 2006 e incluíam, além de um questionário detalhado, exames de sangue para medir os níveis de glicose.

O questionário procurou respostas a questões como: se os participantes estavam tentando controlar seu peso, se haviam reduzido o consumo de gordura ou calorias e se tinham aumentado os níveis de atividade física no ano anterior à pesquisa, além de outras relativas a níveis socioeconômicos e condições clínicas anteriores. Quase a metade dos entrevistados disse saber que tinha sido diagnosticada como pré-diabética.

“Reverter os quadros crescentes de diabete requer estratégias de intervenção em vários níveis, pelo que entendemos, incluindo-se aí a promoção de estilos de vida mais saudáveis e programas de prevenção em nível comunitário. A identificação e alerta para os quadros de pré-diabete se tornaria mais fácil dessa maneira”, diz Linda Greis, uma das pesquisadoras envolvidas no estudo.

com informações da Health Sciences

2010 / 2016 - Laboratório central | Todos os direitos reservados - SAC 37 3222-7700