O exercício físico diminui risco de câncer de mama ?

Controverso.
Esta variável é uma das menos estudadas em relação ao risco de câncer de mama. O grande problema das pesquisas é a confusão entre o exercício físico e o peso corpóreo, pois ambos estão relacionados. Alguns estudos observacionais sugeriram que 4 a 7 horas de exercícios físicos semanais podem reduzir o aparecimento de neoplasia mamária em até 20%, independente do estado menopausal. Noutro estudo, foram avaliadas mais de 45.000 mulheres, diferenciando o tipo e a quantidade do exercício. Concluíram que mais que 10 horas semanais de caminhada tem efeito protetor. Já outros tipos de exercício ou menos tempo de caminhada não apresentaram benefício protetor. Outra observação é que o efeito protetor do exercício dava-se em mulheres na pré-menopausa ou aquelas pós-menopausadas que nunca usaram terapia hormonal da menopausa (TH). de sugerirem proteção, o nível de evidência destes estudos é baixo e as conclusões são frágeis. Apesar do grande interesse em qualidade de vida saudável e dos múltiplos questionamentos sobre estilo de vida e prevenção do câncer de mama, poucos fatores interferem significativamente na incidência da doença. O controle no uso de bebidas alcoólicas, o estímulo à atividade física, a dieta saudável e o controle do peso devem ser orientados muito mais por melhorar a qualidade de vida geral do que pelos eventuais benefícios no controle do câncer de mama

2010 / 2016 - Laboratório central | Todos os direitos reservados - SAC 37 3222-7700