Diabetes Tipo 2 – BYETTA (Exenatide)

01.- A medicação já foi aprovada?

A FDA (Food and Drug Administration), órgão similar a ANVISA (Agência de Vigilância Sanitária), aprovou a comercialização e está nas farmácias dos EUA desde junho de 2005.

05.- Esta medicação já existe no Brasil?

Sim. Foi lançada no Brasil em 2006, com a devida aprovação do órgão fiscalizador.

04.- Há outro nome pelo qual a medicação é conhecida?

Produzida em parceria entre os laboratórios ELI LILLY e AMYLIN é comercializada também com o nome de BYETTA.

08.- Esta medicação pode ser utilizada por pessoas com diabetes tipo 1?

Não. A BYETTA só pode ser utilizada por pessoas com diabetes tipo 2 e conforme recomendação médica.

02.- De que maneira a medicação é utilizada?

Geralmente em associação com as metforminas e as sulfonilureias.
A medicação é administrada por via subcutânea (2 injeções/dia), podendo ser antes do café da manhã e outra antes do jantar, por exemplo, conforme critério estabelecido pelo médico. Porém, no intervalo de uma hora a pessoa deve se alimentar.
A dose de BYETTA poderá ser aplicada na coxa, no abdome e na parte superior do braço.

03.- E a dose?

Os pesquisadores definem como dosagem ideal: 5 microgramas no 1º mês de tratamento e 10 microgramas, a partir do 2º mês.
Serão comercializadas “canetas” de 5 mcg (microgramas) e de 10 mcg.

09.- Toda pessoa portadora de diabetes do tipo 2 poderá utilizar essa medicação?

Não. Em grávidas e pessoas muito jovens não se recomenda o uso da substância por ainda não terem sido realizadas pesquisas conclusivas.

06.- Existe algum efeito colateral?

Pode ocorrer náusea (de leve a moderada intensidade), desaparecendo com a progressão do tratamento.
Outros efeitos podem ocorrer: vômitos, diarreia, tontura, cefaleia e acidez estomacal. 

07.- Esta medicação substitui o uso de insulina?

Não, a BYETTA não substitui o uso de insulina em pacientes que requerem o tratamento.

11.- Se, por algum motivo, perder o horário da dose, posso fazer uma dose extra?

Não, esqueça aquela dose e faça a próxima. Nunca faça uma dose extra ou aumente a próxima dose para compensar a que foi esquecida.

10.- Há algum cuidado especial no manuseio da BYETTA?

Sim. Ela deverá ser acondicionada na caixa original, no refrigerador, em temperatura entre 2ºC e 8ºC, protegida da luz. Não pode ser congelada.

12.- Há publicação deste trabalho?

O estudo foi publicado na American Diabetes Association.

2010 / 2016 - Laboratório central | Todos os direitos reservados - SAC 37 3222-7700