Criança alérgica ao ovo pode receber vacina Influenza?

O jornal da Academia Americana de Alergia, Asma e Imunologia apresentou um editorial sobre a administração de vacina Influenza (contra a gripe) em pacientes com alergia ao ovo.

Abordamos a seguir partes do artigo que consideramos importantes para os pais.

Qual a frequência e gravidade das reações alérgicas à vacina Influenza?

Em 1976, ocorreram apenas 11 casos de anafilaxia (reação alérgica grave, com risco de morte) entre 48 milhões de pessoas vacinadas contra Influenza – significando 1 caso para cada 4,4 milhões de vacinas.

Em um período de 15 anos, houve quatro mortes por alergia imediatamente após a vacina Influenza. No mesmo período, estima-se que tenham ocorrido 540.000 mortes causadas pela gripe Influenza.

O que as pesquisas dizem a respeito da segurança da vacina Influenza para pacientes com alergia ao ovo?

Em 1988, pesquisadores aplicaram vacina influenza em 83 crianças e adultos com alergia ao ovo e em 124 pessoas sem alergia. Nenhuma pessoa apresentou reação importante. Apenas três dos 83 pacientes com alergia ao ovo tiveram sintomas leves, que desapareceram após 30 minutos e sem tratamento. A vacina utilizada apresentava um conteúdo baixo de proteínas do ovo.

Quanto de proteína do ovo há nas vacinas Influenza?

As vacinas de Influenza podem conter quantidades diferentes de proteínas do ovo. Atualmente, todos os fabricantes informam a quantidade existente em cada vacina.

Está na hora de sermos menos conservadores?

Para vacinar um paciente com alergia a ovo, devemos escolher uma vacina com baixa quantidade de proteínas do ovo. Mesmo assim, a vacina deve ser administrada em um local apropriado e o paciente deve permanecer pelo menos 30 minutos no local, após a aplicação da vacina.

Para pacientes com história de reação alérgica grave ao ovo, ou se houver disponibilidade apenas de vacinas com quantidades elevadas de proteínas do ovo, aconselha-se realizar testes alérgicos com a vacina e administrá-la de acordo com protocolos de duas ou mais doses.

Opinião do editorPacientes com alergia a ovo podem e devem ser vacinados contra a Influenza, para diminuir a gravidade e mortalidade da doença. No entanto, deve ser dada preferência a uma vacina que contenha menos de 1 mg/mL de proteína de ovo.

A vacinação deve ser sempre realizada em um local com pessoal e equipamento apropriados para tratar reações alérgicas.

Departamento de Alergia e Imunologia da SBP

2010 / 2016 - Laboratório central | Todos os direitos reservados - SAC 37 3222-7700