Calendário de Vacinação Adulto

O esquema de vacinação de rotina e a sequência cronológica com que as vacinas são administradas é denominado calendário de vacinação.

No Brasil os calendários oficiais são definidos pelos órgãos governamentais, como Ministério da Saúde e Secretarias Estaduais de Saúde. Entidades de classe também propõe calendários como, por exemplo, a Sociedade Brasileira de Pediatria.



Na verdade existem vários calendários de vacinação que variam entre os países e que, mesmo dentro de um país, podem variar de região para outra. Além disso, os calendários de vacinação são atualizados periodicamente.

Para a elaboração desses calendários são levados em conta:

  • a importância da doença a ser prevenida
  • a disponibilidade de uma vacina segura e eficaz
  • o melhor esquema para a obtenção de resposta imune adequada
  • os recursos disponíveis
  • a viabilidade do esquema
  • o número de aplicações
Tipo de vacina 19 a 49 anos 50 a 64 anos > 64 anos
Dupla (dT) 1 1 dose cada 10 anos 1 dose cada 10 anos 1 dose cada 10 anos
HPV 2 3 doses (até 26 anos)
Tríplice viral 3 1 dose
Varicela 4 2 doses
Hepatite A 2 doses 2 doses 2 doses
Hepatite B 3 doses 3 doses 3 doses
Pneumocócica 5 1 dose
Influenza 6 dose anual dose anual
Meningocócica 7 dose única dose única

Observações:

  • 1. Dupla (dT): Difteria e Tétano
  • 2. HPV: contra o papiloma vírus humano
  • 3. Tríplice viral: contra sarampo, caxumba e rubéola
  • 4. Varicela: vacina contra varicela(catapora)
  • 5. Pneumocócica: vacina antipneumocócica polissacarídica
  • 6. Influenza:Gripe
  • 7. Meningocócica conjugada para meningococo A,C W135 e Y
2010 / 2016 - Laboratório central | Todos os direitos reservados - SAC 37 3222-7700