5 estratégias para vencer a fadiga crônica

tamNa série Chaves, o personagem Jaiminho, um carteiro, vive falando em «evitar a fadiga». Mas a fadiga de verdade não é piada. Tecnicamente, inclusive, é chamada de síndrome, a ’síndrome da fadiga crônica’, resultado do cansaço acumulado. E, por alguma estranha razão, na batalha contra essa síndrome, o café não ajuda muito. Dormir, por incrível que pareça, também não resolve.

Laboratório Central selecionou estratégias simples e eficazes para você se sentir mais desperto e com mais energia.

Água

A água tem capacidade de lhe encher de energia. Ela ajuda você a se sentir mais animado.

Nove trilhões de células cerebrais e nervosas constantemente «se comunicam» entre si e é por isso que pensamos, nos movemos, experimentamos uma gama de emoções e sensações. E a água é exatamente o elemento que dirige esse processo: produz a energia necessária para a transmissão de impulsos nervosos. Então, um copo de água é a melhor bebida tonificante que pode tirar o seu cérebro do estado de sono, ajudar o organismo a se sentir com mais energia e se esquecer da síndrome da fadiga crônica.

O que faço?

Beba água durante todo o dia e comece o dia melhor. Por exemplo, de acordo com a filosofia da ayurveda, um copo de água morna com limão pela manhã vai lhe animar durante o dia todo e ajudá-lo a se sentir mais desperto.

Outra forma simples e comprovada de combater a síndrome da fadiga crônica desde manhã é tomar ducha alternada. Não há necessidade de alternar entre água fervendo e água gelada, a mudança de temperatura pode ser pouco marcada, o importante é conseguir o resultado e dar a seu corpo boas sensações. Se você é das pessoas mais ousadas, você pode mergulhar em uma banheira cheia de água fria por alguns minutos, que o cansaço desaparecerá completamente.

Massagem

Você tem preguiça de fazer exercício pelas manhãs e, muitas vezes, não têm tempo para isso. Mas você sempre pode dedicar um par de minutos para massagear as orelhas. Pois é uma das melhores estratégias para se tonificar. Nas orelhas se encontram mais de 170 pontos biologicamente ativos, que estão conectados a outras partes e órgãos do corpo. Massagear as orelhas significa melhorar a circulação sanguínea e estimular o funcionamento do sistema nervoso.

O que faço?

Você pode fazer massagem na cama, ao despertar. Para isso, com o dedão e o dedo indicador massageie a parte superior da orelha, em seguida, desloque lentamente em direção ao lóbulo. Também serve para estirar as orelhas para cima e para os lados. Fazer essa massagem ao longo do dia é muito útil, especialmente para quem é sedentário. Ela ajuda a eliminar a congestão dos órgãos internos e a melhorar a circulação sanguínea.

Aromaterapia

Os óleos essenciais são maravilhosos: podem acalmar-lhe ou lhe animar. O principal é escolher o aroma certo e saber como usá-lo. Se você quiser recuperar energia, use citrus, enquanto anis, noz moscada e patchouli contribuem para o sucesso dos negócios. O zimbro ativa as habilidades criativas, enquanto alecrim, pinho e hortelã vão ajudar a combater a fadiga crônica, já que seus aromas aumentam a produtividade.

Para aumentar o efeito, você pode criar composições de óleos. O importante não é aplicar diretamente sobre a pele: as essências concentradas podem causar queimaduras. Você pode inalar ou misturar o óleo com um creme e aplicá-lo sobre a pele, isso não vai machucá-lo e você vai se beneficiar tanto com o odor quanto estimulando as terminações nervosas da pele.

O que faço?

Adicione algumas gotas de óleo que você escolher a um creme ou loção corporal. Como a base, servem azeite de oliva, óleo de amêndoa, de pêssego, de coco, óleo de gergelim ou de semente de uva. Você também pode fazer algumas sessões de aromaterapia durante o dia. Basta aplicar um pouco de óleo aromático a um tecido e inspirar quando você quiser se revigorar.

Comida

Os nutricionistas acreditam que um café da manhã equilibrado pode combater a fadiga crônica, e isso faz todo o sentido. Pesquisadores britânicos fizeram uma lista com esses alimentos. Segundo eles, maçãs vermelhas são as mais eficazes, pois ajudam você a despertar e enriquecem seu corpo com vitaminas e fibras. Além das maçãs, na lista estão nozes, frango, peixe, farinha de aveia e chá. Como diz o ditado em inglês, «an apple a day keeps the doctor away» — uma maçã por dia mantém o médico distante.

O que faço?

Crie o seu próprio menu de alimentos que forneçam o máximo de energia e bem-estar e logo notará como o seu organismo vai lhe agradecer.

Chá

Para se sentir com mais força e energia não necessariamente é preciso tomar café. Os populares chá preto e verde são ótimos estimulantes. Acredita-se que o chá verde detenha mais propriedades benéficas, mas o chá preto é o mais adequado para pessoas que sofrem de pressão baixa. Os dois melhoram a atividade mental e animam.

O efeito estimulante do chá pode ser reforçado pela adição de limão, casca de laranja, folhas de groselha, rosa selvagem ou hortelã e especiarias, como, por exemplo, gengibre, cardamomo, canela, pimenta preta e noz moscada.

O que faço?

Prepare chá verde com gengibre. Deixe descansar por 5 minutos. Você vai ver que essa bebida vai ajudar a restaurar as suas forças vitais .

O gengibre é um remédio adicional que ajuda a superar a síndrome da fadiga crônica. Você pode adicioná-lo tanto ao chá preto como ao chá verde. Apenas tem de usar uma raiz fresca, ralá-la ou cortá-la em pedaços finos. Para uma xícara de chá, 5 gramas de gengibre são suficientes. Você pode ferver com o chá, colocar numa garrafa térmica e deixar descansar por 15 minutos, para, em seguida, coar. Para dar um toque picante, você pode adicionar uma pitada de pimenta em pó ou alguns pedaços de frutas cítricas.

Fonte: psychologies
Foto de capa: pinterest
Tradução e adaptação: Incrível.club

2010 / 2016 - Laboratório central | Todos os direitos reservados - SAC 37 3222-7700